Bbzs' Blog

Archive for julho 2014

Pra contar do parto preciso contar um pouco da gravidez! (se não quiserem ler pulem pro título abaixo)

Dessa vez eu sabia exatamente o dia da concepção, então não esperava ter engravidado, ainda mais depois de tanto tempo tentando e após um aborto espontâneo, sem saber ao menos que estava grávida. Novamente os planos de Deus se sobrepõem aos nossos!

Eu estava me sentindo diferente, mas não achava que estava grávida. Mas a Laura insistia em falar que tinha um bbzinho na minha barriga… Um dia eu estava tomando banho com ela, e ela encostou o ouvido na minha barriga e começou a rir! EU perguntei o que era, e ela disse: “nada não! to conversando com a minha irmãzinha!”. Eu fiquei intrigada… irmãzinha! As crianças sentem essas coisas… compramos um teste de farmácia, mas ainda não tinha atrasado a menstruação, e o teste deu negativo… 😦

Uns dias depois estávamos na igreja e o pastor saiu do altar e veio orar por nós no meio da igreja. No final ele pegou a mão do Gustavo, colocou na minha barriga e disse: “Deus está te concedendo o desejo do seu coração!” Nós não tínhamos falado da desconfiança, mesmo pq o teste tinha dado negativo! No dia seguinte fizemos um novo teste: POSITIVO!

Naquele momento eu soube que seria uma menina! Era o desejo do coração do Gustavo, Deus estava nos abençoando! Embora quisesse fazer surpresa e só confirmar na hora do parto nós, e apenas nós sabíamos que era mais uma menina!

A gestação foi saudável, mas eu enjoei muito! Não havia o que fizesse o enjoo passar! Talvez por isso tenha ganhado apenas 9 kg dessa vez (contra os 16 da gravidez anterior), mas fiquei mto fraca e não consegui fazer atividades físicas, mas no geral foi td tranquilo, mas o Gustavo viajou quando eu estava com 35 semanas, e eu tive que fazer repouso, pq sozinha com a Laura furacão, comecei a ter contrações mais fortes e frequentes que o esperado, a parteira pediu repouso! 2 semanas e voltei pro batente, afinal, não era mais prematuro, podia nascer em casa!

Com 40 semanas entrei de licença maternidade, e terminei os preparativos…

Aliás, enxoval de segunda viagem é bem mais enxuto! Dessa vez meu maior investimento foi nas fraldas de pano! Só comprei algumas roupinhas neutras, fraldas de pano, emprestei uma banheira (banh’air) pro parto, e nada mais! Ganhei um sling usado da minha prima Lidiane (SampaSling) e depois comprei um mei-tai da Keli do BazarBizarro (que estamos adorando!).

O PARTO

Eu achava que não chegaria às 40 semanas. De fato até a parteira achava isso, e achava que seria rápido. Bom, nos enganamos!

Chegando às 41 semanas, o Gustavo já tinha voltado da viagem, ele estava trabalhando, era uma terça-feira e fui buscar a Laura na escola, estava esperando ela e senti uma cólica diferente das braxton-hicks que já sentia desde 30 semanas… era uma pontada, não era uma cólica, nem uma contração…

Tratei de dar jantar pra Laura, lavei a louça, arrumei algumas coisas e liguei pra Vilma, era umas 19h30. Ela falou pra observar e ligar se mudasse alguma coisa.

Por precaução liguei pro Gustavo e pedi pra ele voltar pra casa e pra Carla Raiter (fotógrafa) e já avisei que poderia ser essa noite.

Essas pontadas continuaram, mas não estavam ritmadas; marido em casa, aproveitei pra tomar um banho e tentar dormir.

Às 01h30 acordei (mais ou menos, pq não tinha conseguido dormir profundamente) sentindo contrações “de verdade”. Liguei pra Vilma e pedi pra ela vir, embora ainda estivesse no controle da situação, rs.

Liguei tb pra Carla e avisei que estava começando!!!! 😀

Por volta de 02h30 a Vilma chegou, fez um toque e tchantchantchantchan: 5 cm!!! Logo depois a Carla chegou! O porteiro perguntou se estava tudo bem, e se ia chegar mais gente, hahaha!

Acho que até umas 03h30 foi bem tranquilo, fui pra piscina e a bolsa rompeu durante um toque… aí o bicho pegou!

8 cm, mas colo posterior e a dor estava ficando insuportável.

Ela fez umas massagens, e uma hora depois… 8cm e colo posterior ainda!

Bora trabalhar, saí da água e a Vilma começou a fazer massagens nas costas, umas posturas mesmo deitada, com um tipo de bambu grande sob a lombar; e vira pra cá e pra lá, faz força na contração, puxa a perna… Gente, como isso doía! Era fazer força, puxar a perna pro queixo fazendo posição fetal enquanto a Vilma acertava ela por fora da barriga e centralizava o colo por dentro!

* a dilatação estacionou porque o colo estava posterior (virado pra trás, e não centralizado com o canal vaginal), e pela marca na cabeça dela, uma mãozinha devia estar na testa, ou a cabeça defletida… essa parte eu não entendi direito, partolândia, sabe como é, rs!)

Mas funcionou! A Vilma falou pra eu deitar com o Gustavo de conchinha pra ele me aquecer e tentar relaxar um pouco, mas a cada contração eu gritava “Vilmaaaaaaaaaaaaa, volta, me dá sua mão!”  e ela teve que ficar com a gente…

Então a Laura acordou!!! Ela estava dormindo, mas meus gritos foram aumentando! Tão bonitinha “A mamãe tá rindo ou chorando? Pq a mamãe tá gritando? … Minha irmã vai nasceeeeeeeer?!?!?!”

Liguei pra minha mãe orar por mim, pois eu estava com medo. Muito característico do finalzinho do parto, rs! Medo, aquela sensação de que não ia suportar, um medo de morrer… mas pro bebê nascer a gente morre um pouquinho mesmo, a gente precisa morrer pra uma nova mulher nascer…

Então quis levantar, o Gu também foi dar um lanche pra Laurinha, por um filme, já que era quase 5 da manhã e ela não queria mais dormir!

Até a Carla veio me ajudar, pq eu estava assim: “não vai dar, quero anestesia, quero ir pro hospital tomar anestesiaaaaaaaaaaa!”

E a Vilma dizia que se a gente saísse ia nascer no elevador, no máximo no carro. É, era melhor mesmo ficar em casa.

Então eu fui ao banheiro, e de novo não saía nada (novidade, né?); levantei e não achava posição, mas eu sentia que ela ia nascer, a dor estava aumentando e a sensação de “fazer cocô” estava muito forte; eram os PUXOS! Nessa hora eu me pendurei no Gustavo, mordi ele, apertei e senti que ia nascer. Fiquei de joelhos, mas não queria parir abraçada no vaso sanitário (a Laura veio até a porta do banheiro, mas voltou pro quarto)! Então a Vilma falou pra eu ir pra água, mas eu achava que estava fria… coloquei a mão e estava quentinha ainda!!!! 😀 Uhullllllll!

Eu pulei pra água e ainda de joelhos comecei a fazer a maior força do mundo! E os gritos? Não sei como ninguém ficou surdo! Não sei como os vizinhos não reclamaram!

Então senti o círculo de fogo e a cabeça dela saindo! Já não doía mais!

Mas aí eu fazia força e … nada! Não saía! E eu: “Vilmaaaaaa, não saaaaaaaaaaiiiiii!”

E ela disse: “vira de frente pra mim, muda de posição que sai!”

Eu virei, e ela “olha só, a cabeça já nasceu, falta pouco!”

Meu Deus! Eu estava ali, parindo minha bebezinha, e estava segurando a cabecinha dela! Eu estava conseguindo! Quanta alegria!! Mas ela não saía… eu pedi ajuda, a Vilma mal colocou a mão e o corpinho dela deslizou pra fora de mim… o cordão (pra variar) enroladinho no pescoço, e a minha amada Vilma tirou. E disse: “deixa ela na água”…

É claro, eu estava tão curiosa pra ver o rostinho delx que esqueci que aqui estava tão frio, era melhor ficar dentro da água enquanto ela ainda não precisava respirar!

Então eu virei ela e, meu Deus: “ela é linda demais! ela é linda, linda” e cadê a Laura? chama logo ela pra ver a irmã! Ela veio meio incrédula, mas como se fosse a coisa mais normal do mundo e um sorriso lindo: “ela nasceu? cadê? ah, que pequena!”

Era rir e chorar ao mesmo tempo, e eu ainda naquele estado de “uau, ela é linda! acabou, nasceu, eu consegui… mas… ela é linda! a cara da Laura quando era bebezinha”

Fomos pra cama, eu quero ficar olhando pra ela o tempo todo, peladinha, sentir aquele corpinho, aquelas coxinhas grossas! Ah, vamos ver quanto pesa essa pessoinha linda e coxudinha… e descobrimos pq eu fazia foooooorça e ela não saía: 3,800 kg de uma lindeza imensa, com olhos azuis tão claros que a gente até se perde!

Eu queria ficar olhando pra ela, mas ela então chorou… de frio!

Vamos cortar o cordão. Dessa vez ele já estava bem molinho. Eu ia fazer bebê lótus, mas desisti. Pelo menos lembrei de guardar a placenta! Está no meu freezer ainda, com uma etiqueta pra ninguém confundir com alguma comida!

Vilma, Carla e Gustavo arrumando e limpando as coisas, preparando um lanchinho, hora de revisar o períneo e tem uma laceração espontânea bem pequena, que não precisou de sutura, somente compressas de calêndula e perninhas fechadas e cicatrizou muito bem e rápido.

Descoberta impressionante: sabe quando dizem que depois do parto normal a mulher tá nova, pronta pra outra? Não vale pra mim!

Novamente eu tive um desmaio, apesar de perder pouco sangue, quase nada, menos até que o esperado. Dessa vez acordei nos braços do meu amado, que ficou esperto e não me deixou cair, sendo assim não me machuquei! 😀 Eu faço parte de uma minoria que  pari e necessita de repouso absoluto, rs! Uma lady, gente!

Em menos de 30 dias estava totalmente recuperada, sem dor, sem desconforto, sem cicatrizes, mas devo agradecer ao meu companheiro maravilhoso por cuidar de mim, da casa, da comida, das meninas e me proporcionar esse repouso de verdade! Pq sei que muitas mulheres não contam com isso e aqui ele não só dividiu como assumiu as tarefas da casa.

Dessa vez também fiz uma PLANO DE PÓS-PARTO, pra facilitar a vida. Combinei com minha ajudante do lar de vir mais vezes em casa, congelamos comida, deixamos alguns lugares que entregam comida na manga, minha mãe pode vir alguns dias, então, apesar do meu lindo e amor da vida viajar novamente qdo nossa caçulinha estava com 3 semanas e só voltar qdo ela fez 2 meses, consegui me virar muito bem com as coisas práticas (mas não com a saudade)!

E como não podia ser diferente, a amamentação foi difícil, dessa vez eu fiquei tão pilhada que não dei atenção à pega dela, então 24 horas foram suficientes pra fazer aquele estrago! Mas nada que Vilma, marido, mãe, irmã, pediatra do bem e Ana K (é, vc tb, rs) e uma bomba elétrica não resolvessem e em menos de 1 semana estava tudo lindo! Mamando muito, até hj, 15 meses depois, sem LA, sem bicos!

Me sinto agradecida e abençoada por conceber, gestar e parir naturalmente duas crianças lindas e saudáveis!

Anúncios


  • Nenhum
  • Naiara Scarabelli: Seu Blog é lindo... Maravilhoso o jeitinho que você fala dos seus Bbzerrinhos*.... Estou gravida de 27 Semanas, é um rapazinho e quero ganhar parto
  • keylla: Ola. Seu relato me inspirou. Estou com um bebe de 2 meses e estou tentando deixar o complemento, mas ele pede o peito de hora em hora e chega a ficar
  • bbza: Então Cibely, a Laura começou a comer grãos com 10 meses. Arroz e feijão ou lentilha. Ela não curtia muito papinha, então um dia resolvemos tent